01 de Setembro de 2015
Página Inicial
Contribuição Sindical
Legislação
Procuração
Obituário
Benefícios
Ponto de Táxi
Radiotáxi
Administração
Histórico
Localização
Palavra do Presidente
Galeria
Editorial
Rádio Sintaxi
Artigos
Links
Notícias
Jornal do Sintáxi
Distâncias
Contato
  Transporte público de passageiros com novos valores

Desde o dia 22 do mês passado a tarifa do ônibus de Porto Alegre está R$ 0,30 mais cara. Para se deslocar o passageiro paga R$ 3,25. Já o lotação é R$ 4,85 (50% a mais do que o ônibus). O índice de reajuste ficou em 10,17%, com o arredondamento sancionado pelo prefeito José Fortunati. O estudo técnico da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) previa 10,85% (R$ 3,27) e os empresários haviam solicitado 18,30% (R$ 3,49). Já o valor do quilômetro rodado dos táxis será reajustado no próximo mês, quando completará o período de um ano desde o último aumento (30 de abril de 2014).

Em entrevista coletiva Fortunati justificou o aumento da tarifa do ônibus devido o dissídio coletivo dos rodoviários que atingiu o percentual de 8% e o preço do óleo diesel.

Apesar do reajuste da tarifa, as isenções continuam. Quem tem o cartão Tri não paga a segunda viagem até 30 minutos depois da primeira. Já os professores e estudantes pagam 50% do valor (R$ 1,62), limitado a 150 passagens a cada 30 dias para quem trabalha ou estuda em dois diferentes estabelecimentos de ensino.

Idosos a partir de 60 anos de idade também estão isentos do pagamento da passagem, além de pessoas com deficiência auditiva, física, mental ou visual, doentes de AIDS em tratamento e menores carentes em situação de vulnerabilidade vinculados à Fundação Assistência Social e Cidadania (Fasc).

Rodoviários, carteiros, servidores da Justiça e policiais militares, também estão isentos do pagamento da passagem do ônibus e uma vez por mês tem o Dia do Passe Livre, quando a catraca é liberada para todos os usuários.

Táxi
O reajuste da tarifa do táxi ficou para o próximo mês, quando completará um ano desde o último aumento em 30 de abril de 2014.

Apesar dos novos preços dos combustíveis, praticados pelos postos desde o início de fevereiro, o estudo da EPTC, encomendado pelo Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi), concluiu que a média do custo do gás natural veicular (GNV), gasolina e etanol ficou em 7,09%, não ultrapassando o índice de 8%.

O artigo 39, da Lei nº 11.582, de 21 de fevereiro de 2014 (Nova Lei do Táxi), trata do reajuste anual da tarifa do táxi e o parágrafo 2º diz que "ocorrendo aumento dos combustíveis em índice igual ou superior a 8%, a tarifa do serviço de táxi será reajustada proporcionalmente ao período, a contar do último reajuste."

"Em abril teremos o aumento anual previsto na lei, conforme a variação do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), medido pela Fundação Getúlio Vargas", explica Luiz Nozari, presidente do Sintáxi.

Nos últimos cinco anos os índices do IGP-M ficaram em: 4,77% (2010), 7,39% (2011), 3,18% (2012), 8,21% (2013) e 7,11% (2014).

» Contribuição Sindical
15/04/2014 » Contribuição Sindical
» Legislação
19/03/2014 » Novas Leis
» Procuração
15/10/2013 » Modelo Procuração
» Ponto de Táxi
14/01/2012 » Relação dos Pontos de Táxi de Porto Alegre
» Radiotáxi
24/04/2009 » Telefones das radiotáxis de Porto Alegre
» Palavra do Presidente
07/01/2015 » Sem saudades de Tarso Genro
06/05/2012 » Vamos parar!!!
01/08/2011 » Palavra do Presidente
» Artigos
08/01/2008 » Seguros: despesa ou investimento?
» Editorial
05/08/2010 » Eleição
16/06/2008 » Ainda o Detran
08/01/2008 » A vitória de todos os taxistas
» Notícias
11/11/2014 » Muda o comando da Cootaero
28/09/2012 » Nova Legislação
24/08/2012 » Encontro com os Taxistas 7 - Wambert Di Lorenzo
Fale Conosco